Precisa de ajuda?

10 perguntas e respostas sobre o PIX

O PIX chegou para revolucionar a forma como fazemos transferências e efetuamos pagamentos por bens e serviços. Criado pelo Banco Central, o sistema promete operações em menos de 10 segundos. Será o fim da TED e DOC?

Nós da EZ Travel já estamos trabalhando para tornar o PIX disponível como meio de pagamento em nossa plataforma. Por quanto, fique com uma lista de 10 perguntas e respostas sobre a tecnologia. E não deixe de cadastrar as suas “chaves”!

1-  O que é o PIX

O sistema de pagamentos irá permitir transferências a qualquer hora do dia, até mesmo em feriados. Tanto as pessoas físicas como jurídicas vão poder utilizar esse serviço, além de que agora você vai poder ter mais privacidade ao enviar e receber dinheiro.

Para poder utilizar o serviço, apenas será necessário cadastrar as suas chaves e então “escanear” o código do QR Code para os pagamentos em contato.

2-  Quando poderei usar o PIX?

As chaves já estão disponíveis para o cadastro desde o dia 5 de outubro. Assim todos os interessados terão tempo para cadastrar e entender melhor o novo método de pagamentos do Banco Central, que vai entrar em vigor no início de novembro.

O próprio Banco Central anunciou que assim que os últimos ajustes forem feitos, será informado o lançamento oficial do PIX.

3-  O PIX é um aplicativo?

O PIX não é um aplicativo e sim de um sistema integrado aos demais meios de pagamento que são relacionados ao Banco Central do Brasil.

4-  Terá algum custo?

Para pessoas físicas e MEI, o PIX será totalmente gratuito. Poderá haver cobrança em caso de solicitações efetuadas por atendimento presencial ou em recebimento de vendas. Em outros casos terá uma cobrança.

E para as empresas (pessoas jurídicas) um fintech cobra um uso pelo uso do PIX.

5-  O que são as chaves

As chaves funcionam como apelidos, dando para comparar com o nome de usuário em uma rede social, facilitando a transparência ou pagamento através do PIX. Ao invés de memorizar e digitar o código do banco, como agencia, número da conta e CPF ou CNPJ.

A chave poderá conter os seguintes dados:

  • E-mail;
  • Número do telefone;
  • CPF;
  • Sequência aleatória que será gerada pelo Banco Central;

As chaves não serão obrigatórias, sendo que os pagamentos realizados deveram informas as contas ao recebedor, no entanto o Banco Central diz que pode demorar mais para a geração dos pagamentos em quem não optar pelas chaves.

6-  Entenda o que é chaves aleatórias

As chaves aleatórias ou endereço virtual de pagamento, vão funcionar como um conjunto de letras e símbolos que irão ser redirecionados para a conta de destino. Ao invés de você informar ao pagador o seu e-mail, agência e número do CPF, apenas pode passar a chave e receber os pagamentos. Um processo simples e que te trará maior confiança e privacidade.

7-  Pode se mudar a chave para outro banco?

Haverá a possibilidade de fazer a portabilidade da chave para outro banco. A alteração das chaves, porém, terá um horário fixado, entre as 08h as 20h, porém em qualquer dia da semana. É uma das poucas funcionalidades que não irão estar disponíveis 24h por dia, como os pagamentos do PIX.

8-  Como serão feitos os pagamentos?

Os bancos e fintechs que desejam fazer parte do sistema de pagamentos do PIX precisam implementar o método de pagamentos no seu aplicativo, habilitando tanto para pagamentos como transferência.

Todas as empresas que tiverem mais de 500 mil clientes serão obrigadas a adotar o sistema. É tudo muito simples para estar organizações, apenas sendo necessário adicionar as chaves do contato, informar o valor e completar a transferência.

É muito provável que o método de pagamento por QR Code tenha uma alta procura, assim como já acontece com as criptomoedas.

9-  O que é o QR Code estático e dinâmico – Terá muita diferença?

Há duas opções de QR Code para pagamento. O Estático e o dinâmico, sendo que ambos têm a mesma função e a possibilidade de usar ao mesmo pagador.

Para que você entenda de uma maneira mais prática, um QR Code dinâmico é gerado a cada nova transação, tanto para o uso individual como também para específico. No uso estático pode ser ampliado para várias novas operações, o que visa a facilidade das transferências.

10 – Será preciso ter conta em banco para poder usar o serviço?

Não será preciso.  O PIX irá funcionar também em fintechs como o Mercado Pago ou Picpay, que são consideradas carteiras digitais. E para quem tem conta nos bancos, irá poder fazer as transferências para o Picpay ou Mercado Pago sem nenhum problema.

Para você, o PIX irá revolucionar de forma positiva o sistema de pagamentos brasileiro? Segundo o Banco Central, o país está pronto para se adaptar a países como China e Estados Unidos, tendo o sistema de pagamentos mais moderno do mundo.

Saiba como EZ Travel pode ajudar a sua empresa

Coloque seus serviços à venda no seu site em menos de dois dias e gerencie todas as suas reservas em um só lugar

Copyright 2020 © All Rights Reserved